A partir de hoje, começamos uma nova série de entrevistas de clientes BlogLite que se destacam em seus mercados e usam o WordPress para criar seus sites e blogs em nossa plataforma.

Nosso primeiro entrevistado é o Rodrigo Oliveira, consultor de growth e inbound marketing, CMO da StayApp e fundador da Mercado Hack.

Rodrigo, obrigado por aceitar nosso convite! Começo com a pergunta que vários dos nossos leitores devem estar se fazendo neste momento: afinal, o que é growth hacking?

Eu que agradeço o convite, pessoal!
Direto ao ponto, Growth Hacking significaria “trapacear o crescimento”, mas calma, nada de técnicas anti-éticas ou de black hat. Estou falando de uma forma de trabalhar Marketing, Vendas, Atendimento e Gestão sempre buscando o máximo impacto, com o menor custo em menos tempo.
O termo foi cunhado pelo Sean Ellis, quando era Gerente de Marketing na DropBox, uma vez que eles tinham um custo de aquisição de clientes (CAC) muito alto via AdWords, e ele lançou um programa de indicações que fez a empresa se tornar a gigante que é hoje.
O simples olhar do “médico”, que identifica um problema e tem um repertório simples de ações que geram impacto, em palavras bonitas.

Interessante. De fato, o case da DropBox é emblemático! E com relação ao dia a dia de um growth marketer? Quer dizer, como você descreveria um dia típico de trabalho com projetos de clientes e na StayApp?

Hoje, além do meu trabalho como Consultor e Instrutor de Growth Hacking eu atuo como Diretor de Marketing no StayApp, minha StartUp. Minha rotina é 50% focada em identificar problemas e 50% focada em captar referências para ter cada vez mais soluções para resolvê-los.
Isso hoje, sendo 100% gestor e com um time de execução eficiente, mas no começo diria que essa divisão que citei era de 15/15%, e 70% do tempo era focada em treinar meu time para executar tão bem (e até melhor) do que eu. Como consultor de Growth Hacking a tarefa era a mesma, mas com o time dos clientes.

 

Quais conselhos você daria para um empreendedor que quer aplicar esse tipo de estratégia? Por onde começar?

Pelo “arroz com feijão”.
Como eu disse neste vídeo, tem muita empresa colocando o carro na frente dos bois. É comum empreendedores que descobrem o Growth Hacking começarem pelo Hacking, antes do Growth.
O que eu quero dizer com isto: buscar por “hacks”, ou seja, técnicas validadas em outros negócios (como o programa de indicações da DropBox que citei no começo) e tentar replicar em sua empresa crendo que o resultado será o mesmo é o melhor caminho para o fracasso.
Tudo isso por que as empresas que alcançaram os “hacks” passaram por um processo contínuo de experimentação até chegar em um hack ideal para o negócio deles.
Como começar? Entenda a sua capacidade de experimentação e comece a fazer testes de maneira consistente, dia após dia, semana após semana, que naturalmente encontrará uma curva de crescimento cada vez melhor.

 

Essa é uma área ainda pouco conhecida no Brasil. Quais desafios você enfrentou quando decidiu se dedicar à consultoria em growth marketing?

A falta de buscas por termos semelhantes no Google haha.
Com certeza meu SEO sofreu um pouco com isso, mas aos poucos vem crescendo graças ao trabalho de centenas de outros profissionais que estão emergindo.
Pensando em negócios eu nunca tive muita dificuldade, para falar a verdade, pois foquei no nicho de StartUps, no qual a maioria dos players já está familiarizado com o termo e os conceitos, então a curva de educação durante a negociação de consultorias foi mais rápida.

 

[comece] pelo “arroz com feijão”. (…) Entenda a sua capacidade de experimentação e comece a fazer testes de maneira consistente, que naturalmente encontrará uma curva de crescimento cada vez melhor.

Estou navegando em seu site, o Mercado Hack, e ele está incrível! Sinceramente, o blog tem um dos conteúdos de marketing mais ricos que já vi em português. Você poderia dar uma dica sobre como criar conteúdo de qualidade, assim?

Como você mesmo disse, é difícil achar conteúdo BOM e de graça em português, e por isso eu comecei a ler muita coisa em inglês, principalmente no https://growthhackers.com/, e passei a executar o máximo de coisas que eu lia, dessa forma desenvolvi uma vivência nos conteúdos que lia, transformando-os em prática.
Depois que algo teórico se torna prática pra você, aquilo passa a ter outro significado pra você e é daí que surgem os conteúdos incríveis.
No final eu só tive que ter coragem de entregar o ouro de graça em conteúdo.
Tem gente que tem medo disso, acredita que o leitor pode executar sozinho e nunca se tornar seu cliente.
Bobagem.
É muito maior o número de pessoas que te vêem como autoridade do que o número que “rouba” seu conhecimento.

 

Pensando no site e no blog como canais importantes para seu negócio, como você descreveria o papel da BlogLite nisso?

A BlogLite foi uma “mão na roda” incrível e de custo irrisório pra mim.
Contratei quando estava migrando o blog, que se chamava “Jornada Marketing Digital” no começo, e foi muito rápido e eficiente a troca, menos de 24 horas, em vista que eu tinha um monte de ferramentas, scripts e tags instalados fiquei MUITO surpreso com o atendimento e a agilidade.
Sem falar que foi tudo por e-mail!

 

Gostou deste conteúdo? Então você vai adorar conhecer a BlogLite, a hospedagem WordPress original do Brasil.