Arquivo do blog

  • Há algum tempo estamos realizando uma pesquisa aqui no blog em busca de conhecer melhor as dúvidas dos nossos leitores e que tipo de conteúdo desejam encontrar por aqui. Uma dúvida que encontramos foi a respeito das funções wp_enqueue_script() e wp_enqueue_style(), responsáveis por fazer as chamadas a scripts e estilos ao tema do seu site. O WordPress nos permite trabalhar com as chamadas de scripts e estilos de uma forma inteligente, permitindo carregar scripts específicos apenas em determinadas páginas que farão o uso destes, contribuindo para o desempenho do site. As funções nativas wp_enqueue_script() e wp_enqueue_style() se beneficiam da action wp_head() e wp_footer(). Preparamos o seguinte trecho de código para exemplificar o uso básico das funções. Obs.: Lembrando que os códigos a seguir devem ser inseridos no functions.php

    Nov 25,
  • Quando desenvolvemos um site usando WordPress, temos em mente que o site terá atualizações, sejam elas frequentes ou não. O painel administrativo torna estas alterações um trabalho mais fácil de ser realizado. Em diversos momentos, o próprio cliente pode querer fazer as alterações que forem necessárias no conteúdo, diretamente no painel. Quando o cliente tem acesso ao painel, pode ser interessante personalizar a interface de modo que itens e funcionalidades que não sejam necessárias possam ser ocultas para o usuário -- o que garante certa segurança -- e que sua marca (logotipo, cores etc) seja exposta neste espaço. Há algumas técnicas que podem ser facilmente aplicadas, além de plugins de fácil configuração que permitem fazer essa personalização do painel. Nesse post veremos como deixar

    Aug 21,
  • Já conhecemos o potencial e possibilidades que os widgets do WordPress nos oferecem. Vimos isso aqui no post Elevando o nível do WordPress com Widgets. E no post de hoje, vamos nos aprofundar e conhecer mais possibilidades com essa incrível ferramenta criando nossos próprios widgets. Antes de começar, precisamos entender como funciona a lógica dos widgets. Para isso, vou descrevê-la em três partes. Primeira parte - Frontend No site, os widgets podem assumir uma infinita gama de possibilidades para personalizar e ajudar a deixar o seu projeto ainda mais modular. O local mais tradicional onde os widgets aparecem é na sidebar (barra lateral) do site. Porém, os widgets não se limitam a isso: podemos colocar widgets em absolutamente qualquer parte

    Jun 08,
  • Muitas pessoas acompanham o WordPress assiduamente esperando as sempre elaboradas melhorias e evoluções. Eu sou uma dessas pessoas. As mudanças são sempre focadas em um design que proporcione uma melhor experiência de usuário (sem deixar de lado a segurança de suas atualizações). Muitos conhecem a rotina do WordPress lançar um tema a cada ano. Isso se iniciou ao observarem que depois do lançamento, em 2005 do tema padrão Kubrick, ele se manteve sem como tema padrão por seguintes 5 anos, e em 2010 o WordPress adotou a ideia dos temas anuais, e que o nome deles já expressassem sua validade, sempre juntando Twenty ____. E nesses temas padrões, que já é marca registrada, eles sempre oferecem as mais modernas e bem desenvolvidas soluções

    May 21,
  • Hoje vamos trazer uma dica simples, rápida, mas muito bacana: fundos personalizados configuráveis pelo próprio painel do WordPress. Este é um dos muitos recursos que chegaram ao WordPress na versão 3.4. Com suporte para custom background você terá uma nova opção no menu Aparência do seu site, podendo adicionar cor ou imagens, configurando posicionamento e repetição, para o body do seu site. Adicionando suporte Para adicionar o suporte ao custom background no WordPress, abra o functions.php do tema ativado e adicione a seguinte linha: add_theme_support( 'custom-background' ); Pronto! Isto basta para conseguir personalizar o fundo do site. Porém, não vamos parar por aqui, veremos a seguir algumas formas de deixar algumas configurações como padrão. Definindo configurações padrões Vamos usar os

    Jan 21,