Blog

Instalei o WordPress, o que devo fazer agora?

Você acabou de instalar o WordPress e quer começar a escrever sobre algum determinado assunto, ou relatar acontecimentos de sua vida, ou qualquer outra coisa do gênero?! Certo, caso não tenha muita familiaridade com o WordPress, algumas coisas precisam ser feitas antes de começar a usar a plataforma para publicar seu conteúdo.

Por si só, o WordPress pode ser instalado e estará “pronto” para uso, mas algumas configurações e alterações poderão otimizar o blog e deixá-lo ainda mais com sua cara e mais profissional, o que o melhora consideravelmente, tanto em termos de design, de conteúdo, velocidade, posicionamento em resultados de busca, etc.

Vamos partir de configurações básicas e algumas dicas para quem está iniciando agora, seguindo por recomendações de plugins que poderão ser usados para suprir suas necessidades.

1. Conhecendo as configurações

O primeiro passo após concluir a instalação do WordPress é conhecer e alterar algumas configurações para que ele trabalhe da melhor forma para você. É importante entender o que cada configuração faz no blog, portanto, é bom ir testando e visualizando sempre. Assim, você vai evitar alterar certas coisas no futuro que poderão ser prejudiciais para o blog.

Obs.: Todas as páginas e menus indicados a seguir serão acessados a partir do painel administrativo.

1.1 Perfil de usuário

Acessando o menu Usuários, você pode definir as suas informações de nome, contato, descrição, entre outros campos relacionados ao seu perfil. O mesmo vale para perfis de outros usuários do seu blog WordPress. Ainda pelo menu Usuários, em Adicionar Novo, você pode criar novas contas de usuários.

1.2 Configurações

No menu Configurações encontraremos opções básicas e avançadas que afetarão todo o WordPress. É aqui que definimos nome para o blog; endereço do blog; opções do editor de post; quantidade de posts exibidos para os leitores; links permanentes para posts, categorias e tags; ativar ou desativar os comentários nos posts; tamanho das mídias (imagens, vídeos etc); e várias outras configurações.

1.3 Ferramentas

As opções do menu Ferramentas são as mais básicas. Através dele você consegue importar conteúdo de outro blog, seja em WordPress ou outra plataforma suportada; pode-se também exportar o conteúdo, gerando um arquivo .xml que poderá ser importado em um segundo blog posteriormente. Esse menu é usado por muitos plugins para fornecer novas ferramentas.

2. Dicas para iniciantes

Alguns truques lhe ajudarão a dominar melhor o WordPress para seu uso. Conhecer cada centímetro do painel administrativo é essencial para isso, assim, sua produtividade para a redação de textos e navegação como um todo será elevada.

2.1 Organizando os painéis

A interface administrativa do WordPress é desenhada utilizando painéis que organizam tudo. Chamamos estes painéis de widgets. Conhecer o que cada um faz e ver se será útil é o primeiro passo. No canto superior direito de cada tela da administração temos  a aba Opções de Tela, com ela podemos esconder e exibir os painéis de cada página.

2.2 Links permanentes amigáveis

Por padrão, quando o WordPress é instalado, os posts e páginas recebem o ID como parâmetro na URL, ou seja, um novo post ficaria da seguinte forma:

http://site.com.br/?p=123

Nas configurações é possível alterar para diversos formatos, podendo acrescentar a categoria do post, a data, o slug, etc. Assim, quando alteramos, teremos um resultado parecido com o seguinte:

http://site.com.br/titulo-do-post

Isso torna os posts mais amigáveis, o que resulta em um bom posicionamento em resultados de buscas, além de deixar os links mais bonitos e fáceis de lembrar para o usuário final.

2.3 Conteúdo relevante

Sem sombras de dúvida, nada é mais importante que o conteúdo de um blog. Temos diversos fatores importantíssimos, como design, usabilidade, mas ter um conteúdo relevante para o leitor é essencial. Redações bem escritas, sem erros ortográficos e coerentes fazem com que seus leitores confiem no seu trabalho e voltem a visitar futuramente. Além disso, há artifícios que podem ser usados para melhorar ainda mais esse conteúdo, como uso de imagens e vídeos e linkar conteúdos de outros sites enriquecem os textos. Invista nisso!

3. Plugins (quase) essenciais

O WordPress foi desenvolvido pensando na flexibilidade. Desenvolvedores de todo o mundo trabalham na criação de plugins que trazem novas funcionalidades e recursos para os blogs que utilizam a plataforma. O uso de alguns plugins é importante para qualquer blog, seja pequeno ou grande, independente do conteúdo. Vejamos alguns destes.

3.1 Otimização para motores de busca (SEO)

Uma das tarefas mais importantes é otimizar o seu conteúdo para motores de buscas (Google, Bing…), ou seja, quando um usuário pesquisar por algo relacionado ao que você publica, ele poderá encontrar seu blog nos resultados da busca. Essa é, geralmente, a origem da maior parte das visitas dos blogs atualmente.

Com WordPress, você pode utilizar o plugin WordPress SEO by Yost, que talvez seja o mais utilizado para essa tarefa. Desenvolvido por uma empresa séria e que entende de otimização para motores de busca, o WordPress SEO abre um leque de opções extras como títulos específicos; descrições; meta-dados; análises do conteúdo e muito mais.

3.2 Acelerando a velocidade de carregamento

A velocidade de carregamento do blog é outra coisa importantíssima. Nenhum usuário gosta de esperar muito tempo para uma página carregar e exibir todo seu conteúdo. Com o uso de um sistema de cache, as páginas dinâmicas, quando acessadas por alguém, são replicadas e transformadas em uma página estática, mais leve de ser carregada, pois não precisará exigir que o servidor faça todo o trabalho novamente (alguém já requisitou isso, então não é preciso carregar mais uma vez).

O plugin W3 Total Cache faz todo o trabalho sujo para otimizar a velocidade de carregamento do seu blog. É um plugin de uso essencial que cria as páginas estáticas automaticamente sempre que uma página dinâmica for acessada. Encontramos ainda diversos outros recursos super bacanas neste mesmo plugin.

3.3 Novas funcionalidades

Por mais que o WordPress já tenha inúmeros recursos embutidos no seu core, algumas coisas precisam ser melhoradas ou então acrescentadas. A própria equipe do WordPress trabalha com um plugin chamado Jetpack. Este plugin traz recursos disponíveis para usuários do WordPress.com, tais como:

  • Estatísticas de visitação;
  • Comentários de redes sociais;
  • Inscrições via e-mail para envio de novos posts;
  • Formulários de contato;
  • Encurtador de URL;
  • Galerias de imagens;
  • Editor de CSS;

Este são só alguns dos muitos recursos oferecidos pelo Jetpack. O uso dele é opcional, mas acreditamos que você verá muitas vantagens ao utilizá-lo, vale a pena ao menos testá-lo.

Concluindo…

Basicamente, tudo se resume a conhecer a plataforma usada para tirar o máximo de proveito. O WordPress é super flexível e permite a construção de diferentes ferramentas para estender as habilidades do sistema. Navegue pelo repositório de plugins e temas, você verá muitas outras coisas legais que poderão ser facilmente adicionadas ao seu blog. E fique ligado no BlogLite, sempre estaremos publicando artigos exclusivos para você tirar o máximo proveito do seu site WordPress!

Deixe um comentário

Hospede seu projeto em WordPress com alto desempenho