Blog

WordPress Multisite: o guia definitivo

Um dos recursos novos que surgiram na versão 3.0 do WordPress, lá em 2010, foi a opção Multisite (ou multiblog). A 3ª versão foi uma das que trouxeram mais novidades dentre as atualizações da plataforma, e a fusão do antigo WordPress MU com o WordPress resultou no WordPress Multisite.

Com este recurso é possível criar mais de um site com uma única instalação do WordPress. A partir do painel de administração é possível gerenciar todos os sites e usuários através de uma interface fácil e intuitiva.

Para entender como basicamente funciona o WordPress Multisite, vamos definir duas coisas. A rede é o englobamento de todos os sites criandos, enquanto um site ou conta é, obviamente, um único site da rede.

Particularmente, uso o WordPress Multisite para gerenciar diversos sites de clientes, facilitando o trabalho de manter vários sites, além de manter uma instalação onde posso criar sites para testar recursos e plugins sem comprometer o produto final.

As diferenças de uma instalação WordPress para uma Multisite são pequenas. A estrutura de arquivos e organização dos diretórios são as mesmas. O que você notará de novo é algumas telas extras no painel de administração, especialmente para gerenciar a rede, novas funções de usuários e algumas novas tabelas no banco de dados.

Com este guia, você será capaz de ativar a função Multisite na sua instalação e conhecerá os principais recursos e algumas dicas interessantes.

Ativando o Multisite

Se você acredita que usar Multisite será a solução para seus problemas, querendo criar mais de um site e gerenciar de um único painel, precisará ativar a função. Para isso, você vai precisar de acesso aos arquivos de instalação do seu WordPress, alojados no seu provedor de hospedagem.

A criação de vários sites usando Multisite é possível de duas maneiras:

Subdomínios: os sites serão parecidos com seusite.seudominio.com.br;
Subdiretórios: os sites serão parecidos com seudominio.com.br/seusite.

Se a sua escolha for subdomínios, a primeira coisa a fazer é verificar com seu provedor de hospedagem se existe a possibilidade de adicionar novos subdomínios sem problemas. Se for possível, vamos continuar; senão, você pode usar a opção de subdiretórios ou conferir nossas dicas de hospedagem para WordPress.

O primeiro passo para ativar a rede Multisite no WordPress é adicionar a seguinte linha antes do trecho “/* Isto é tudo, pode parar de editar! :) */” no arquivo wp-config.php localizado na raiz da sua instalação:

define('WP_ALLOW_MULTISITE', true);

Após salvar o arquivo com o trecho acima adicionado, acesse o painel de administração e clique no submenu Instalação da Rede, dentro no menu Ferramentas.

Nesta tela você poderá escolher as opções de endereços (subdomínios ou subdiretórios), como mencionado anteriormente. Se uma das opções estiver indisponível, pode ser que seu servidor não suporte. Logo em seguida, basta dar um nome à sua rede de sites e entrar com o e-mail do super-administrador, ou seja, aquele que terá acesso ao painel para gerenciar a rede completa.

O WordPress vai solicitar algumas alterações básicas em dois arquivos da sua instalação para permitir que sua rede comece a funcionar corretamente. Basta adicionar o primeiro trecho de código ao wp-config.php e o segundo trecho ao arquivo .htaccess, ambos na raiz da sua instalação.

Feito isso, faça login novamente no seu site para efetivar a atualização.

Super dashboard

bloglite-wpmultisite

Após ativar o WordPress Multisite, o painel de administração terá algumas telas extras, dedicados à gestão da rede de sites.

Basicamente, será criado o Painel da Rede, enquanto cada site criado terá seu painel específico. Com o painel da rede, você poderá criar novos sites, gerenciar os já existentes, criar e adicionar usuários e vinculá-los a determinados sites, instalar temas e plugins e alterar configurações da rede.

bloglite-wpmultisite

Com o Multisite, temos uma nova função de usuário, chamada Super Admin. O usuário Super Admin é responsável pela gestão da rede de sites, portanto, somente usuários com esta função terão acesso ao Painel da Rede.

Plugins interessantes

1. Multisite Content Copier

1786170909_wizard-copy-735x470

Plugin premium cuja função é otimizar o tempo facilitando a criação de novos sites na rede, onde o novo site poderá ser criado com todo o conteúdo, usuários, tema, plugins e configurações de um site já existente dentro da mesma rede.

Download

2. Network Shared Media

screenshot-2

O Network Shared Media é um plugin gratuito que tem como finalidade manter uma biblioteca de mídia unificada para todos os sites da rede, ou seja, todos os arquivos enviados poderão ser visualizados na Biblioteca de Mídia em todos os sites integrantes da rede específica.

Download

3. User Switching

bloglite-userswitch

Plugin simples e gratuito, porém é uma verdadeira “mão na roda” quando é preciso alternar entre contas dentro da rede. Com um clique, você pode se conectar com outra conta de usuário sem precisar passar pelo processo de sair da conta e então entrar com login e senha da nova conta.

Download

4. Multisite Toolbar Additions

screenshot-1

Outro plugin que fornece ferramentas para otimizar o tempo de gestão de uma rede de sites é o Multisite Toolbar Additions. Com ele, alguns novos itens e menus serão criados na barra de ferramentas (aquela barra fixa ao topo do painel).

Download

5. Multisite Enhancements

screenshot-8

Não poderíamos falar de Multisite sem citar este plugin. Após instalado, ele adiciona uma variedade de recursos que, ao meu ver, deveriam ser padrões no WordPress Multisite. É quase que um plugin obrigatório para uma instalação Multisite.

Download

6. WordPress Domain Mapping

1555595599_map-domain-735x470

Com este plugin você poderá mapear um domínio externo para cada site da sua rede, ou seja, não será necessário acessar pelo subdomínio ou subdiretório. Se você utiliza a rede para gestão de sites de clientes ou que tenha domínios diferentes para cada site, é um plugin recomendado.

Download

Conclusão

Finalizando, o WordPress Multisite traz benefícios excelentes como a otimização do tempo para gestão de vários sites, centralizando todos em uma única instalação; facilidade na integração de conteúdo entre sites; possibilidade de criar uma rede pública de sites, onde qualquer pessoa possa se cadastrar; possibilidade de criar uma rede de sites por assinatura, tal como o WordPress.com; e muito mais.

Uma instalação Multisite também tem suas desvantagens. O consumo de recursos do seu servidor será elevado, podendo te obrigar à contratar servidores dedicados para fornecer o desempenho; e banco de dados inflado com a criação de diversas tabelas novas para cada site da rede. Claro, tudo depende do tamanho da rede Multisite e de como você a usará, porém, é preciso pesar as vantagens e desvantagens e ver se realmente vale a pena de acordo com o projeto.

De qualquer modo, é um recurso incrível que está disponível para utilização e pode ser um enorme aliado para a gestão de vários sites.

  1. Thiago

    Olá, Gustavo. Tudo bem?

    Configurei o arquivo wp-config e o .htacess conforme as orientações do artigo. Porém, quando acesso a opção Ferramentas > Instalações da rede pelo painel de controle, não aparecem as opções para escolher entre subdomínios ou subdiretórios – inclusive configurei a conta pelo cPanel com 5 subdomínios. Será que tem alguma coisa a ver com o fato de eu ter instalado o WordPress em um subdiretório?

    Agradeço desde já!

  2. Paula

    Olá Gustavo, acabei de ativar o recurso multisites no meu wp, mas não consigo criar um segundo site com meu novo domínio pois no meu painel aparece um campo para preenchimento da nova URL como subdomínio (site1.com.br/[campo para preencher novo domínio]). Entendi desta forma que não é possível criar um novo site, a partir do multisites, com domínio independente (www.meunovodominio.com.br), apenas atrelado à URL do site já existente. É isso mesmo?
    Obrigada!

    1. Gustavo Ferreira

      Oi Paula.

      Você chegou a instalar o plugin WordPress Domain Mapping?

      Por padrão você só consegue criar novos sites usando subdomínios ou subdiretórios. Para adicionar os domínios personalizados, precisa mapeá-los. Dê uma lida sobre esse plugin no post, falo melhor sobre ele.

      Abraços.

  3. dcdouglas64Douglas

    Excelente post, estou criando um projeto que vai usar multisite , gostei de ver vc publicando este artigo , visto que parece que vc testou na última versão do wordpress em português , a versão 4.3.1(voçê testou com esta versão ?) , pois algumas versões da 4. alguma coisa … estava bugado.

      1. dcdouglas64Douglas

        Não lembro qual versão , foi a versão 4 em diante , acho que foi a 4.1 não lembro. O bug era questão de banco de dados . Na época eu vi no fórum do wordpress que realmente este bug já havia sido reconhecido pelos colaboradores do core . Vou testar . Acho que o que me trouxe ao seu blog foi uma questão de backup do wordpress , só que vc não mostra como faz e como restaura ele . como que pega o backup do site que está online e restaura ele em localhost . Seria legal vc explicar estes detalhes. Valeu.

        1. Gustavo Broisler

          Douglas, boa dica. Vou preparar um post nos próximos dias mostrando os detalhes para exportar um site de produção e trabalhar em localhost e vice-versa. Aguarde :)

Deixe um comentário

Hospede seu projeto em WordPress com alto desempenho